Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Ideias em prática.

Como as terças-feiras são o dia que fico em casa a trabalhar para a escola e para o artesanato, na segunda-feira à noite andei a delinear ideias e a fazer croquis (queriam ver, não era? Mas eu não mostro! :P) para pôr em prática.

 

De manhã não consegui fazer quase nada, apenas coloquei o material a jeito. Só de tarde é que montei o estaminé para dar início às minhas aventuras na área dos tecidos. Ia eu começar a dar ao pedal, quando me tocam à campainha. Correio. Vamos lá ver se traz alguma coisa para mim. encomendei algumas coisas e ando ansiosa para que cheguem, não só para as apreciar mas para fazer coisas giras. E não é que o carteiro tinha mesmo uma encomenda para mim?! E das grandes! Fiquei tão contente!

 

Deixei logo as costuras de lado para ir abrir a encomenda e vasculhar tudo. Adorei cada peça. Depois de tudo muito bem visto, lá regressei à máquina de costura. Acabei por fazer apenas duas pecinhas em tecido, a que ainda faltam pormenores como passar a ferro, e detalhes estéticos. E,fim, os acabamentos finais. Só depois estarão prontas para fazer fotos giras para colocar nos devidos blogs.

 

Entretanto, deixo-vos só uma amostra do que andei a fazer hoje. E mais não digo nem mostro.{#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

Rescaldo Dos Últimos Dias

 

Ando desaparecida, eu sei. Mea culpa. Quer-se dizer, a culpa não é bem “mea”, é mais dos testes das minhas 9 turmas, das avaliações, dos projectos de turma com prazo para ontem mas de que só nos informaram hoje e, por fim, das reuniões com horas infindáveis. Ah, e isto quase sempre com aulas ao mesmo tempo…

 

Quem disse que os professores não trabalham? Proponho a essas pessoas trocar de profissão só uma semaninha. É que nas outras profissões, trabalha-se durante o horário estabelecido e chega-se àquela hora, pára-se. Os profes não. Temos o horário definido e temos o “trabalho de casa”, como preparar aulas, materiais, avaliações, etc. Ok, reconheço que este trabalho até se podia fazer na escola mas assim sendo, teria que lá dormir e talvez, sublinho, talvez conseguisse vir a casa ao fim-de-semana. Pronto, já sabem o motivo da minha “ausência”.

 

Que os tempos já não são o que era já todos demos por isso. E que as crianças sabem mais do lhes ensinaram, também é do conhecimento público. Pelo menos no que toca a malandrices…

Não é que apanhei dois alunos a copiar descaradamente?! Com cábulas!!! E o mais giro é que não foram alunos mais velhos mas sim um do 1º ano e outro do 2º ano! Vejam lá onde já chegámos! Eu nem queria acreditar quando vi…

 

Passo a explicar: o aluno do 1º ano, com dúvidas numa determinada parte do teste, decidiu sacar o seu portefólio e ir “consultar” a informação. É que a teacher não quer que nada fiquei por fazer… Cof! Cof! Cof!

Depois uma “anjinha” – loirinha, com caracóis e fofinha - do 2º ano tinha uma cábula em papel, um quadradinho de papel que a colega tinha “deixado cair para o chão” quando saiu da sala. E ela depois passou a matéria para um bocadinho da sua folha de papel. Assim já não é considerado cábula pois foi só “para se lembrar” da matéria e o papelinho até estava escondido debaixo da folha do teste…

 

Agora digam lá que os putos não estão a ficar espertos que nem um alho…!!!